Pin It

Embriologia Humana – Entenda como funciona essa disciplina!

A embriologia humana é a ciência que estuda a formação dos sistemas e órgãos dos seres humanos. Atualmente, o estudo sobre o desenvolvimento humano é separado em dois períodos:

  • Pré-Natal: inicia-se na fecundação, passando pelo desenvolvimento embrionário e período fetal, até o momento do nascimento.
  • Pós-Natal: inicia-se após o nascimento, podendo ser divido entre: primeira infância, infância, puberdade, adolescência e adulto.

fases da embriologia

Fases da Embriologia Humana

Independente do período se é Pré ou Pós-Natal, cada um tem suas mudanças e peculiaridades, por isso, para facilitar o aprendizado, cada fase é estudada em uma determinada disciplina. Mas, no final do curso de farmácia, tudo que foi ensinado de forma separada, o aluno perceberá que estará interligado, sendo que desta forma, foi possível aprender sobre cada uma delas e que poderá utilizar todo conhecimento adquirido na profissão que desejar seguir.

Sendo assim, nesta disciplina será abordado somente o período pré-natal.

O desenvolvimento embrionário é um processo contínuo, que começa através da fecundação, ou seja, quando o espermatozoide fecunda um ovócito, após o período de fecundação, as células se rearranjam, transformando o ovócito fecundado em um zigoto.

Este zigoto é uma célula especializada e totipotente, que ao decorrer do desenvolvimento irá se diferenciar em várias outras células, com funções e formatos diferenciados.

Após a formação do zigoto, ocorrem diversas mitoses, que aumentará o número de células e diminuirá o tamanho delas, conforme esse processo vai acontecendo, o zigoto passará por várias fases. Essas fases serão chamadas consecutivamente de mórula, blástula, gástrula, nêurula, embrião, concepto e feto.

Em cada fase ocorrem eventos diferentes e com isso o desenvolvimento vai progredindo aos poucos até a formação completa do bebê.

Embriologia: sobre a disciplina!

Esta disciplina é muito interessante, pois saber como ocorre toda a formação de um ser humano desde a sua concepção até seu nascimento é algo fascinante.

Porém, não é uma matéria muito fácil, pois é bem complexo estudar todo o desenvolvimento e principalmente nas primeiras semanas, que as mudanças são muito pequenas, porém muito importantes para o perfeito desenvolvimento embrionário, e nem todos os alunos tem facilidade com esta disciplina, devido a esta grande quantidade de processos que ocorrem durante os nove meses de gestação.

embriologia resumo

Durante o decorrer desta disciplina, em paralelo ao aprendizado sobre a formação e desenvolvimento do feto, há também outros assuntos que são abordados durante o semestre. Por exemplo:

  • a composição do aparelho reprodutor masculino e feminino;
  • ciclos reprodutivos femininos;
  • os tipos de medicamentos que podem ser utilizados por mulheres grávidas e os que não podem ser utilizados ou somente com autorização dos médicos.

Deste modo, o graduando aprende a importância de saber sobre o estado de saúde das mulheres, principalmente se há suspeita ou confirmação de gravidez, pois a utilização de medicamentos sem autorização médica podem causar graves danos aos bebês e também as mães.

Portanto, no decorrer desta disciplina o aluno aprenderá também sobre a classificação dos medicamentos de acordo com a categoria farmacológica segundo FDA, ou seja, estas categorias classificam os medicamentos de acordo com seu nível de segurança para os fetos, separando-os desde os que causam aborto ou anomalias fetais até os que são mais seguros e que não há evidências de qualquer problema relacionado a eles.

Fonte da Imagem: https://embryology.med.unsw.edu.au/

error: Content is protected !!
/* ]]> */