Pin It

Bacteriologia – Como funciona a ciência que estuda as bactérias?

Esta disciplina é um ramo da microbiologia, que estuda a morfologia, a biodiversidade e as relações entre os organismos, genética, bioquímica das bactérias.

As bactérias são organismos muito pequenos, que podem ser visualizados somente através de equipamentos para esta finalidade, que é o caso do microscópio óptico.

bacteriologia geral

Em relação à morfologia das bactérias, pode ser dividida em três tipos fundamentais:

  • Bastonetes ou bacilos: forma de bastão, podendo ser longos ou curtos, pequenos ou grossos e com extremidade reta ou arredondada;
  • Espiroquetas e Espirilos: ambos possuem forma de hélice ou espiralar. O primeiro possui corpo flexível e se locomove através de contrações do citoplasma, já o segundo possui corpo rígido e se movem através de flagelos externos;
  • Cocos: forma esférica, elíptica ou riniformes (formato de um rim).

Em relação à citologia bacteriana, primeiramente são seres procarióticos, ou seja, não possuem membrana nuclear (carioteca). A parede celular pode diferenciar as bactérias em dois tipos, de acordo com sua estrutura:

  • Gram-negativa: a parede é basicamente constituída de lipopolissarídeos, lipoproteína e peptidoglicano (mureína) e possui poros;
  • Gram-positivas: a parede é formada basicamente por peptidoglicanos (mureína) e ácido teicóico.

A membrana plasmática é parecida com dos eucariotos, contendo fosfolipídios e proteínas, são semipermeáveis, seletiva e possui várias enzimas importantes no transporte de íons e metabólitos. O citoplasma contém uma parte rica em RNA, outra área rica em DNA e uma área fluída contendo nutrientes dissolvidos. Além disso, no citoplasma bacteriano há também a presença do plasmídeo, que está ligado à resistência a antibióticos.

>>> Leia também: O que é Citologia?

Bacteriologia Clínica

bacteriologia desenho Na bacteriologia clinica, estuda-se então a morfologia bacteriana na teoria para que seja possível realizar as aulas práticas, já que durante estas aulas são necessários fazer as lâminas que contem as bactérias inoculadas, realizar a coloração de Gram e também como fazer e utilizar cada corante utilizado.

O graduando também terá que manusear o microscópio para estudar qual tipo de bactéria está na lâmina confeccionada, visualizando a coloração, forma, se estão em grupos ou individuais, entre outros aspectos.

O aluno aprenderá também sobre as doenças provocadas por cada espécie, como realizar os exames laboratoriais para identificação do microrganismo patogênico, para que através desta identificação laboratorial o médico possa prescrever a melhor terapia medicamentosa para cada caso.

Bacteriologia no curso de Farmácia

Esta matéria é muito importante para o curso de farmácia, devido a grande quantidade de bactérias existente no mundo, as doenças que estão relacionadas a elas, principalmente as que são resistentes aos antibióticos.

Tanto na parte de microbiologia como de bacteriologia, existe uma grande mobilização envolvendo pesquisas nesta área, pois, atualmente com o aumento do número de bactérias resistentes a determinados medicamentos, há uma necessidade de descobrir e desenvolver novos medicamentos capazes de combatê-las.

O profissional farmacêutico também está habilitado a trabalhar nas áreas que estão relacionadas à bacteriologia, como é o caso de laboratórios de análises clínicas, onde se realizam vários testes para detectar e identificar bactérias que possam estar causando alguma patologia no paciente.

Além disso, poderá atuar em hospitais, indústrias de medicamentos, alimentos e/ou cosméticos, atuando na prevenção e desinfecção de laboratórios ou setores para evitar contaminação de pessoas e produtos.

Link da Imagem: Bacteriology

error: Content is protected !!
/* ]]> */